Buscar
  • BC Marketing

Você já conhece as cortinas corta fogo mas veja as vantagens de ter uma

Atualizado: 4 de Dez de 2020


Existem no mercado produtos com tecnologia para combater incêndios São as cortinas automatizadas corta fogo/fumaça.


As cortinas corta fogo são produzidas em fibra de vidro e resistem a até 4 horas de fogo contínuo a 1100ºC. O material pode ser utilizado para compartimentar espaços em qualquer altura e largura. Elas se adaptam a áreas curvas e retangulares. Por exemplo, podem proteger balcões de lanchonetes e restaurantes e enclausurar áreas de escada de diferentes formatos. Os espaços e segmentos para aplicações são variados: desde um shopping, supermercado, aeroporto, museu, até grandes indústrias e sistemas transportadores. Suas principais vantagens são:


Rotas de fuga seguras: mantém as rotas de fuga protegidas contra a fumaça e o fogo, garantindo visibilidade e o tempo necessário para a evacuação de pessoas;

Combate ao incêndio: ao limitar a dispersão da fumaça para todo o ambiente, a cortina facilita a localização e o combate aos focos do fogo;


Sistemas de controle de fumaça: o uso das cortinas otimiza a eficiência de sistemas de controle de fumaça, reduzindo as dimensões das aberturas dos sistemas de ventilação e o investimento em ventiladores;

Controle do fluxo de fumaça: principalmente em ambientes mais altos, as correntes transversais de ar geradas pelo vento afetam o processo de exaustão e o uso das cortinas pode controlar o fluxo da fumaça;


Além disso se a estrutura do edifício combinar rota de fuga e cortina corta fumaça exatamente no mesmo lugar, há modelos de cortinas que permitem a passagem de até 200 pessoas por minuto.


Normalmente, as Cortinas Corta-Fogo ficam recolhidas e posicionadas dentro de uma caixa de chapa de aço, com um eixo para enrolar o tecido especial. O painel de controle é ligado a detectores de incêndio ou a sistemas de alarme central da edificação, para quando acontecer algum evento acionar o bloqueio das áreas a serem isoladas pelas cortinas.


O acionamento das cortinas é feito de forma automática, por gravidade, por meio do circuito de alarme de incêndio. Assim, quando o alarme for acionado para indicar a ocorrência de fogo, a cortina corta fogo desce e protege as áreas a que foi destinada.


A instalação do equipamento é feita de forma simples e rápida. Como são produzidas em materiais leves, não há necessidade de grandes obras ou reformas na infraestrutura. As cortinas ficam praticamente invisíveis no ambiente, não interferindo na decoração, circulação de máquinas e pessoas.

7 visualizações0 comentário