Buscar
  • BC Marketing

Síndico, você conhece as regras de boa convivência para condomínios?

Atualizado: Set 9


Desde quando o ser humano decidiu viver em comunidade ele enfrenta desafios. Afinal somos seres múltiplos diversos e pensantes.


O conflito sempre fez parte de nossa comunidade, embora tenhamos sempre evitado ele, faz parte da democracia deixar que gerasse pensamentos mais diversos e inclusivos e isso não é diferente dentro de um condomínio.


Então nós separamos algumas dicas para ajudar você que e síndico ou que mora em um condomínio a estabelecer regras de convivência para seus moradores.


Sempre faça do ambiente que você está um lugar inclusivo


Quando se trata de um condomínio, você vai estar em um ambiente onde terão pessoas diferentes, com criações diferentes e vivências diferentes.


Mas isso não precisa ser um estresse, pelo contrário pode ser a fonte de uma convivência de aprendizado e expansão de quem você é.


Somos como um reflexo e queremos estar cercados de gente que pensa como a gente, porque isso vira um espaço confortável, mas nem todos os espaços são assim. Como já falamos em um texto anterior sobre dicas para os síndicos, diferentes pontos de vista podem contribuir para melhores resoluções de conflitos.


Quando temos diferentes visões sobre um determinado assunto sempre aprendemos. Então sempre acolha quem pensa diferente e tem um ponto de vista a acrescentar e saiba respeitar e entender para poder crescer.


Acessibilidade


Falando em ambientes inclusivos, não podemos deixar de falar desse assunto que é pouco falado mas, muito importante.


Pessoas com deficiência existem e estão entre nós e muitos de nós não sabemos da dificuldade que é ter ambientes acessíveis para essas pessoas. É nosso dever dar voz e saber como criar um ambiente com solidariedade e inclusão.


Isso se estende a todo tipo de deficiência, é preciso pensar em rampas e ambientes de fácil acesso para os deficientes físicos, instruções para deficientes auditivos e faixas sinalizadoras para deficientes visuais.


O movimento de inclusão, além de gerar solidariedade e fazer com que as pessoas se ajudem, deixa a vida dessas pessoas mais fácil para poderem, como os demais, participarem ativamente das atividades de um condomínio.


Valorize seus funcionários


Parece um tanto quanto óbvio, mas precisa ser dito. Funcionários também são pessoas como você e são necessários para te auxiliar nas funções diversas atividades do condomínio.


É muito comum funcionários de condomínios, serem acionados para situações fora dos seus papéis, trazendo assim acúmulo de funções. E fazendo com que as funções que eles realmente foram designados sejam prejudicadas.


Lembre-se de que um profissional que tem liberdade pra fazer o que ele faz de melhor sempre dá melhores resultados. Então colabore fazendo sua parte para que essas funções não se acumulem para eles.


Conclusão


Essas foram dicas simples que podem te ajudar a deixar seu condomínio um lugar mais seguro, seja ele de grande ou pequeno a Segnet está pronta para te ajudar a criar um lugar mais seguro para todos.


Desde já agradecemos a sua audiência até aqui, e te esperamos semana que vem para a segunda parte desse texto.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da BC Marketing, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre marketing digital.

3 visualizações0 comentário